ESTÓRIAS...

ESTÓRIAS...

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

CONVERSA NO BOTECO

Estavam lá no boteco do Mário, os três amigos conversando sobre uma porção de bobagens e alguns temas sérios. Um deles disse assim:
-Eu estava outro dia lendo um artigo em que o sujeito falava que, com tanta falta d' água, talvez um dia esse líquido seja até proibido, - porque vão dizer que ele é sagrado e só algumas pessoas poderão utilizá-lo.
-Meu amigo Pedro, você fica lendo esse tipo de besteira!
-Eu não acho besteira  não, Miguel. Penso que temos que ler de tudo para podermos tirar conclusões.
-Tá bom, amigos, mas me deixem concluir o que eu estava dizendo. - Em alguns países a água é quase um líquido proibido, porque só quem tem acesso a ela são os mais ricos. E por que isso acontece?
-O que você me fala sobre isso, Luis! Qual é a sua conclusão.
-Dominação! Quem tiver esse líquido precioso nas mãos: certamente terá o poder para fazer o que bem entender. E infelizmente, isso já está acontecendo em muitos lugares.
-Vocês com esse papo de água fizeram com que eu me lembrasse de um lance que aconteceu lá na minha cidade. - Lá na minha terra tem um rio muito poluído. Lembro que eu era criança e ouvia dizer que estavam limpando o tal rio. De vez em quando aparecia um jacaré por lá. A população acreditava que era por causa da despoluição do rio. Mas o que acontecia é que para fazer propaganda de que ele estava sendo limpo, uma empresa contratada colocava o jacaré na beira do rio. Ou seja: Era tudo armação. Aquilo virava o maior frege, - minha avó usava esse termo para se referir a falação do povo em torno do assunto. - Conclusão; o tempo passou e nada do rio ficar limpo. Hoje existe falta de água por lá, aquele rio poderia ter sido limpo de verdade e suas águas poderiam ter alguma utilidade.
-Então, amigos. Logo: Água será no futuro algo muito caro e muitos vão querer ter o poder sobre ela.
Nos quatro cantos da Terra há sempre disputas pelo poder, infelizmente muitas pessoas ficam envolvidas com assuntos banais e que só servem para a distração, mas enquanto isso, os dominadores estão tramando formas para iludir o maior número de pessoas.
-Tá bom, Pedro e Luis, mas vamos pedir aquela gelada e uns bolinhos de bacalhau, porque eu já estou ficando de mal humor com esse tema da conversa. Além do mais, cada qual tem que fazer a sua parte.- Se ligar no que realmente está acontecendo, não é?
-É isso aí, amigos! Saúde! E um viva para a água.

lita duarte